Pesquisar
Contato
Fone : (15) 3033-1234 / 3018-3499
Whatsapp (15)99611-5575 (Vivo) Enviar Whatsapp
Rua Bernardo Guimarães , 105 , conjunto 907 – Torre Care da Boulevard Alavanca
Jardim Vergueiro, Sorocaba, SP
Pré-agendamento Consulta Online
Oferecido pela Doctoralia
Pesquisar

Tratamento Anti estrias

O que são estrias?

estrias

As estrias caracterizam-se por um rompimento das fibras elásticas que sustentam a camada intermediária da pele, formada por colágeno e elastina (responsáveis pela sua elasticidade e tonicidade). As estrias afetam homens, mulheres em idade adulta ou durante a adolescência, mulheres no transcorrer da gestação, e até mesmo crianças não escapam das estrias. As estrias geralmente são comuns nas mamas, quadris, culotes, coxas e bumbum.

As estrias são atrofias lineares formadas pelo rompimento das fibras elásticas e comprometimento do colágeno resultantes de um estresse mecânico(estiramento) ou estresse fisiológico (estímulo hormonal). As fibras rompidas são inundadas de sangue, formando uma lesão que se reflete na pele como minicicatrizes avermelhadas que com o passar do tempo vão adquirindo uma coloração esbranquiçada.

Quais os tipos de estrias?

Existem vários estágios no processo de formação das estrias. Em um estágio inicial as estrias são de cor rosada. Nesta fase, o tratamento pode atingir até 100% de resultados, pois o tecido tem ainda uma enorme capacidade regenerativa.

Com o tempo as estrias começam a alongar-se e tornam-se arroxeadas. Neste estágio a chance de sucesso no tratamento diminui, mas ainda é significativa.

Quando as estrias assumem um tom branco-nacarado elas já estão mais largas, têm de 2mm a 4 mm. São as mais difíceis de tratar.

Quais os tratamentos para estrias?

Só um especialista pode determinar o tratamento mais adequado . Muitas vezes a associação de vários procedimentos é o melhor caminho. A quantidade de sessões varia conforme o caso, segundo explicam os dermatologistas.

Hidratação: ideal para as estrias em estágio inicial. Associada a (automassagem) e ao peeling químico. Os cremes para assegurarem uma boa hidratação devem ter óleos vegetais (amêndoas), colágeno, elastina, lipossomas e outros agentes hidratantes.

Microdermoabrasão: a microdermoabrasão é peeling mecânico que utiliza microcristais de sílica e óxido de alumínio. Faz uma descamação suave com escoriações, o que estimula a regeneração da pele formando novas fibras de colágeno e elastina. As estrias tornam-se mais finas e menos aparentes.

Estimulação elétrica: a aplicação de microcorrentes, através de punturas em vários pontos da estria.

Mesoterapia: injeções de várias substâncias que contenham uma mistura de ácidos (retinóico, glicólico, ascórbico), que visam melhorar a qualidade da pele, por meio de uma retração das estrias.

Aplicação de ácidos: os ácidos normalmente utilizados no tratamento das estrias são o retinóico e o glicólico. O ácido glicólico promove uma leve esfoliação da pele, o que estimula a microcirculação e a produção de novas fibras de colágeno. O ácido glicólico a 70% (sob indicação médica) penetra na derme superficial, reorganizando-a O ácido retinóico assemelha-se à atuação do ácido glicólico, porém como possui uma molécula maior, a descamação é mais intensa, causando uma pequena retração na epiderme e na derme superficial.

Cromopeel: é um peeling químico superficial feito através da associação de ácidos, como a resorcina, ácido lático e ácido salicílico com colorante. Descama e afina a pele na área das estrias, além de escurecer as partes brancas, deixando a região com uma coloração uniforme. Não é aconselhável tomar sol durante este tratamento para as estrias.

Laser cooltouch: é uma das técnicas mais avançadas. Não é abrasivo, dispensa anestesia e permite à paciente retornar suas atividades diárias após 30 minutos de aplicação. O laser gelado age profundamente, estimulando o colágeno e melhorando o aspecto das estrias. Ele atravessa a pele, sem queimá-la. A radiação atinge a derme, provocando a reorganização da trama elástica que está desgastada.

New Derm Mask: Peeling químico profundo. Atua na camada mais profunda da derme e tem o poder de reestruturar e retrair a pele. É um método americano à base de substâncias exfoliadoras e regeneradoras. Não provoca lesões nas células produtoras de melanina e aumenta a produção de colágeno, fibroblastos e elastina. É indolor, feito em três etapas. Na primeira etapa, a fórmula usada possui, entre seus ativos, o fenol (em doses controladas pelo médico). Na segunda, a base do produto aplicado é o iodeto de timol, com ação cicatrizante. Na terceira, usa-se um preparado hidratante para acalmar e amaciar a pele. Este tratamento de estrias dura no máximo quinze dias. Tomar sol não é permitido durante as aplicações, somente trinta dias após o tratamento, com o uso de bloqueador físico e químico.

Easy peel: é um peeling de TCA ( ácido tricloroacético) em baixas concentrações. Provoca descamação e reestruturação da pele, melhorando o aspecto das estrias.

Strialees ou grooveless: substância que contém como princípio ativo o polímero da glicose mais a vitamina C. É injetada com agulhas muito pequenas que sobre as estrias e estimula a formação de colágeno na área afetada. A aplicação é feita em consultório médico.

Subscision: nesta técnica usa-se uma agulha especial, que tem uma ponta cortante. É introduzida na região das estrias e girada a 360 graus, de modo a romper o tecido. A agressão estimula a formação de novas fibras de colágeno e elastina nos espaços onde houve o rompimento, nivelando a depressão da pele.

Com tantas técnicas descritas o que faço  ??
Consulte o seu médico dermatologista para melhor avaliação e tratamento adequado.

Clique para ver alguns resultados de tratamento estrias (sites internacionais)